Depois de frustrar pela ausência em 2007, o maior evento do turismo brasileiro está de volta trazendo muitas novidades e oportunidades.

Reserve na sua agenda o período de 18 a 22 de junho! Será no Parque Anhembi em São Paulo (o maior emissor de turistas do País).

Promovido pelo Ministério do Turismo, o Salão divulga e comercializa roteiros turísticos desenvolvidos segundo as diretrizes do Programa de Regionalização do Turismo – Roteiros do Brasil.

Essa estratégia de regionalizar o Brasil, possibilita uma gestão descentralizada e favorece também a inclusão de novos roteiros, aliviando um pouco a “carga” turística brasileira, localizada predominantemente no litoral, fazendo com que o Brasil seja um produto mais atraente e com mais opções para o publico nacional e internacional.

No Salão do Turismo teremos a Feira de Roteiros Turísticos, onde os visitantes poderão conhecer os roteiros turísticos dos 27 estados brasileiros e adquirir pacotes a preços especiais para as próximas viagens.

Tem também o Vitrine Brasil, onde temos a possibilidade de ver e comprar o artesanato, os produtos da agricultura familiar e a gastronomia típica, além de assistir pequenos shows de diversas regiões do País.

Mas aviso… o que pude ver na edição de 2006 foram produtos artesanais e culturais tipo exportação. Artesanatos de grife, coisas que são mais fáceis de encontrar em uma fina loja de decoração do que em uma feira tradicional.

Havia também uma praça de alimentação maravilhosa. Um quiosque para cada estado brasileiro e em cada quiosque dois pratos típicos que poderiam ser degustados por honsetíssimos R$ 3,00 cada.

Comida dígna dos melhores chefs, deliciosa, mas… o que questionei na época foi a escolha do “prato tradicional” de cada região.

Quando se pensa em Rio Grande do Sul o que vem a mente? Bah! Churrasco tche. Pois é… uma das opções era Panqueca à Gaucha (!?). Em Minas Gerais havia Rabada Flambada na cachaça com polenta e taioba com molho roti. (Uai… e mineiro desperdiça cachaça pra flambar?)

Por esses e outros “caprichos” é que digo que os produtos eram tipo exportação.

Mas fora esses detalhes, o Salão do Turismo é um evento que merece ser visitado. As manifestações culturais são lindíssimas, os comes e bebes deliciosos, o artesanato e produtos típicos são bem variados com preços pra todos os bolsos e, claro, as inúmeras e imperdíveis ofertas de produtos e pacotes de viagem e turismo.

Nós estaremos lá!

Em tempo: O ingresso simples custa R$ 10 e o passaporte que dá direito a acesso aos quatro dias R$15. Estudantes, professores, idosos com mais de 60 anos e portadores de deficiência pagam R$5 por um dia e R$ 7,50 pelo passaporte.