Vivências e dicas de uma família que adora uma viagem ;)!

Monte Verde (MG) é para quem busca sossego, romantismo e natureza

Monte Verde (MG) Foto de Katia Alessandra

Uma combinação de Suíça e Nova Zelândia, mas com tempero mineiro. Um dos mais simpáticos destinos turísticos do Brasil que fica a apenas 167 km de São Paulo, Monte Verde é um paraíso ecológico encravado entre alguns dos picos mais altos da Serra da Mantiqueira e com atrações para todas as idades e todos os gostos.

Distrito do município de Camanducaia (MG), Monte Verde fica a 1.554 metros de altitude e ocupa uma área cerca de 650 hectares, tem o clima seco e frio, típico das montanhas.

Com estações bem definidas, a temperatura é amena o ano todo. No verão, a média é 26º C de dia e 14º C à noite. Já no inverno, os termômetros até ultrapassam os 20º C durante o dia, mas com o cair do sol, a temperatura cai rapidamente chegando a 5º C ou 6º C graus à noite.

O vilarejo foi fundado em 1938 por um casal de imigrantes da Letônia, os Grinberg, cujo sobrenome significa justamente Monte Verde.

Os primeiros moradores desenvolveram um estilo de vida que os aproximava da auto-suficiência e não faziam questão de “modernidades”. A luz elétrica, por exemplo, só chegou em 1969. Ninguém usava relógios e, todas as manhãs, Emília Grinberg – esposa do fundador Verner Grinberg (1910-2006), tocava um sino para anunciar a hora de acordar.

Os tempos mudaram e a comunidade cresceu muito: hoje, a vila possui cinco mil habitantes e está preparada para receber os turistas. Há agências de turismo, locadoras de motos e quadriciclos, bancos (agência do Bradesco e caixa eletrônico do Banco do Brasil) e até lan house. E claro, não podemos deixar de lado os atrativos naturais de Monte Verde.

Pedra Redonda

  • E uma das trilhas mais populares de Monte Verde, das 4 “pedras” mais altas da cadeia de montanhas que adorna a cidade, é a de acesso mais fácil e rápido.Apenas no último trecho fica mais íngreme.
  • Distância:926m
  • Nível de dificuldade:médio/fácil
  • Altitude máxima atingida:1990m
  • Tempo de duração da atividade:1h e 30 minutos
  • Para acessar esta trilha, siga de carro pela Av. das Montanhas e suba até o pé da trilha (bem sinalizada) onde há um estacionamento.

Pedra Partida

  • Um pouco mais longe que a trilha da pedra redonda e com acesso pelo mesmo lugar, destaca-se por permitir nos dias mais abertos a visualização da Pedra do baú, localizada em Campos do Jordão. A pedra Chama-se partida pelo formato que sugere ter se quebrado.
  • Distância :926m
  • Nível de dificuldade:médio
  • altitude máxima atingida:1990m
  • Tempo de duração da atividade:1h e 30 minutos
  • Para acessar esta trilha, siga de carro pela Av. das Montanhas e suba até o pé da trilha (bem sinalizada) onde há um estacionamento.

Platô

  • No sentido oposto da trilha que vai para a pedra partida, esse passeio é um pouco mais longo do que o da pedra redonda, mas é igualmente fácil, uma vez que não têm partes muito íngremes. Fica também no meio da trilha de quem vai para o pico do selado, ponto mais alto de Monte Verde.
  • Distância :926m
  • Nível de dificuldade: fácil
  • altitude máxima atingida:1990m
  • Tempo de duração da atividade: 1h e 30 minutos
  • Para acessar esta trilha, siga de carro pela na Av. das Montanhas e suba até o pé da trilha (bem sinalizada) onde há um estacionamento.

Chapéu do Bispo

  • No sentido oposto da trilha que vai para a pedra partida, ao lado direito você encontra a placa com a indicação, é uma trilha de nível fáci não muito ingrime. Chegando ao pico é possível avistar um conjunto de pedras que forma chapéu do bispo.
  • Distância :710m
  • Nível de dificuldade:médio/fácil
  • altitude máxima atingida:2030m
  • Tempo de duração da atividade: 1h e 30 minutos
  • Para acessar esta trilha, siga de carro pela Av. das Montanhas e suba até o pé da trilha (bem sinalizada) onde há um estacionamento.

Pico do Selado

  • Com percurso muito agradável e uma vista panorâmica de tirar o fôlego, a trilha de nível avançado, começa em um bosque muito agradável, passa por locais belíssimos e chega a um platô de onde se tem um visual maravilhoso.
  • Distância :4,5km
  • Nível de dificuldade: avançado
  • altitude máxima atingida:2083m
  • Tempo de duração da atividade:4hs
  • Para acessar esta trilha, siga de carro pela Av. das Montanhas e suba até o pé da trilha (bem sinalizada) onde há um estacionamento.

Fazenda Santa Cruz

  • Essa trilha da acesso a umas das poucas e belas cachoeiras da região e exige um pouco mais de esforço físico. Mas compensa o contato com a natureza.
  • Distância :4km
  • Nível de dificuldade:avançado
  • altitude máxima atingida:1300m
  • Tempo de duração da atividade:4hs
  • Para acessar esta trilha, siga de carro pela Av. das Montanhas e suba até o pé da trilha (bem sinalizada) onde há um estacionamento.

Cachoeira dos Pretos

  • A cachoeira possui uma queda d´água de 170 metros de altura. E está localizada em reserva natural. A infraestrutura conta com ponte de madeira, tiroleza , restaurantes e lanchonetes.
  • Distância :32km
  • Nível de dificuldade:fácil/médio
  • altitude máxima atingida:- 1420m
  • Tempo de duração da atividade:3hs
  • Para acessar esta trilha, siga de carro pela estrada de Monte Verde sentido a Camanducaia, a 12 km entrar a esquerda com placa indicando a cachoeira.

Trilha do Pinheiro Velho

  • Com vegetação de grandes araucárias de mais de 200 anos, o local e lindo e de acesso fácil.
  • Distância :1km
  • Nível de dificuldade:fácil
  • altitude máxima atingida:1600m
  • Tempo de duração da atividade:30min
  • Para acessar esta trilha, siga de carro pela Av. Monte Verde entrar na alameda pinheral placas indicando a entrada da trilha.

Cascata Siriema

  • De nível fácil com visual marcante da vegetação o som da natureza dos passáros e repleto de magia e encanto da natureza.
  • Distância :1km
  • Nível de dificuldade:fácil
  • altitude máxima atingida:-
  • Tempo de duração da atividade:30min
  • Para acessar esta trilha, siga de carro pela Av. da Fazenda, vire a 2º à esquerda. Siga pela rua do Paiol até o final da rua. A entrada fica de frente para o posto de gasolina.

Veja mais informações sobre hospedagens em Monte Verde e, lembre-se de sempre contratar um guia local para aproveitar melhor seu passeio e garantir sua segurança nas atividades de aventura.

———
Foto: Katia Alessandra (Licenciada sob Creative Commons)

Similar posts

6 Comments

  1. Renata Cruz's Gravatar Renata Cruz
    21 de julho de 2009    

    Olá, tudo bem?

    Gostaria de obter o e-mail para envio de sugestões de pauta.

    Qualquer dúvida estou À diposição.

    Renata Cruz
    Bonne Press Assessoria de Comunicação

  2. 26 de agosto de 2009    

    Uau!

  3. 26 de novembro de 2009    

    Excelente matéria! 
    Agradecemos muito por divulgar a cidade.
    A primavera é deliciosa para a realização de caminhadas. E claro, o inverno é perfeito para curtir o frio em Monte Verde.

  4. 26 de novembro de 2009    

    Muito bom!

  5. Neide's Gravatar Neide
    21 de dezembro de 2009    

    Estou querendo conhecer Monte Verde em janeiro será que nessa época chove muito lá?

    • CasalMALY's Gravatar CasalMALY
      3 de janeiro de 2010    

      Oi Neide,
      Janeiro normalmente é um mês de chuvas em todo país, as tais chuvas de verão. Mas a melhor forma de vc saber disso é consultando um site de previsão do tempo ou o site da prefeitura de Monte Verde. 🙂 abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *