Vivências e dicas de uma família que adora uma viagem ;)!

MS Pantanal – Fazenda e Camping Santa Clara, uma ótima opção para se hospedar e conhecer o Pantanal

Um oásis no meio do Pantanal…

Quer ver muitas araras azuis e de todas as cores? Santa Clara tem… Quer ver animais do pantanal? Santa Clara tem… Quer comida caseira e saborosa? Santa Clara tem… Quer pescar piranha e depois tomar o caldo? Santa Clara tem… Quer fazer cavalgada no pantanal? Santa Clara tem… Quer ver vaqueiro tocando o gado? Santa Clara tem… Quer sombra e água fresca? Santa Clara também tem.  🙂

Tem tudo isso e mais a simplicidade e simpatia dos funcionários – vários bilíngues – e a possibilidade de interação com pessoas de todas as partes do mundo, visto que 90% dos hóspedes da Santa Clara são estrangeiros (sem exageros!).

E tem hospedagem para todo tipo de gosto e de bolso. Um camping que fica às margens do Rio Abobral, a 700 metros da sede, com estrutura independente do resto da Pousada. Possui alojamento com redes, espaço para barracas (eles fornecem as barracas para quem não tem) e área para motorhomes. Tem redário, área com tv e DVD, banheiros e o refeitório onde são servidos o café da manhã, almoço e jantar inclusos no pacote.

Quiosque, redário e área de restaurante do Camping que fica as margens do Rio Abobral, 700 mts da sede da fazenda.

Ao fundo, a área para motorhomes

Junto à sede, tem a opção de albergue que são quartos coletivos (masculinos e femininos) com beliches, banheiro e ar condicionado; e os quartos privativos com camas de casal e solteiro, banheiro, ar condicionado e tv.

A estrutura da sede conta com um salão de jogos, dois restaurantes, bar, 4 redários, piscina, duchas, quadra de futebol, vôlei de areia e um playground para os menores. Além de inúmeros cantinhos com bancos rústicos debaixo de grandes árvores onde se concentram vários pássaros, inclusive a bela Arara Azul, que parece preferir a Fazenda Santa Clara às outras da região.

Nem muito funda nem muito grande, ideal pra refrescar depois dos passeios e no tamanho certo pras crianças se divertirem.

Um dos vários redários... um convite à preguicinha 😉

A Santa Clara não faz diferença entre alta ou baixa temporada. Adotam um valor para o ano todo e os pacotes são de 2 noites (com direito a 4 passeios diferentes) e 3 noites (com 6 passeios diferentes).

O dia começa cedo, com o café da manhã e logo as 8hs saem os primeiros passeios:

Pode ser uma pescaria esportiva, onde é possível pescar piranhas e o fruto da pescaria pode ser usado pelo próprio hóspede para alimentar os jacarés ou pode ser servido num almoço, na forma do famoso caldo de piranha.

E pras crianças que não tem muita paciência para longas pescarias, o laguinho da fazenda garante a diversão.

E pensa que só tem peixinho pequenininho por lá? Vai ter fritada hoje no almoço 😉

Pode ser um passeio a cavalo, onde o Seu Lauro escolhe e prepara com muito carinho cada animal, se preocupando com cada hóspede e suas capacidades; se é criança, idoso, se já andou alguma vez ou se é a primeira experiência no lombo de um animal. E leva para um passeio bem longo pelas paisagens da fazenda.

O passeio é demorado, por isso não recomendamos para crianças pequenas.

Dependendo de como é o grupo, o passeio pode ser por trilhas mais fáceis e tempo menor. Como neste dia só haviam adultos, nosso filhote não foi no longo passeio, mas teve a sua experiência no cavalo. Deu uma voltinha antes da saída de todos 🙂

Pode ser um safári fotográfico, de carro, a pé ou os dois juntos – onde é possível ver e registrar belas imagens das paisagens e animais pantaneiros.

Ao meio dia o almoço é servido. Comida simples, caseira e deliciosa sobre um enorme fogão a lenha. Na Santa Clara, cada um se serve e se acomoda onde quiser. Pode ser nas mesinhas do quiosque da piscina ou nas enormes mesas coletivas, que favorecem mais o entrosamento e a troca de dicas e experiências com os outros hóspedes.

Se tem carne, pode ser carneiro, porco, frango ou boi da fazenda mesmo. Se tem peixe, é do rio Abobral.

E depois do almoço… ahhh aquela “tristeza” que pede um cochilo numa rede qualquer em um dos vários redários espalhados por lá.

É também uma boa hora pra ler aquele livrinho 😉

E pensa que acabou? Logo os guias chegam pra convidar para mais passeios.

Que tal um passeio de barco pelo rio Abobral para avistar pássaros, jacarés, capivaras, ariranhas, macacos e, quem sabe, ver a “onça beber água?”

O rio Abobral é um rio largo e na época das chuvas, bem profundo. Com a mata ciliar preservada, o espetáculo é garantido para quem tem olhos atentos. (Eu estava coberta com a canga porque o sol estava forte demais e, mesmo com filtro solar eu não queria ficar com aquelas marcas de camiseta. #vaidade, quem nunca?)

Quando avistamos algum animal, nosso guia diminuía a velocidade e chegava mais perto para podermos fotografar. Nesse caso, uma família de Capivaras. Atenção especial para o fotógrafo mirim ali ao lado...

... e o resultado do click. #orgulhodemãe

E lá no alto da árvore, um macaquinho bugio bem curioso...

...chamou a família toda pra nos observar. O que será que eles estavam "conversando"?

E uma Garça Moura bem grande, que parecia não pesar nada lá no alto da árvore de galhos bem finos.

Os Jacarés ficam tão paradinhos que se não tivermos os olhos bem atentos, podemos confundi-los com troncos ou raízes

Alguns parecem "esperar" a gente tirar a foto (e logo esse eu não lembro o nome. Alguém ai sabe?)

Ou, o passeio pode ser uma trilha ecológica, que nessa semana de janeiro fez a chuva surpreender a turma no meio da trilha, refrescando do calorão. Um lindo arco-iris sempre aparecia depois para encantar a todos.

Como as caminhadas são muito longas para crianças pequenas, ficamos pela fazenda. O espetáculo foi lindo mesmo assim.

Ou, quando o sol já está se pondo, sair para uma focagem noturna pela Estrada Parque. Lobinhos, cervos pantaneiros e pequenos animais são surpreendidos em suas rotinas noturnas, mas o objetivo no final é sempre o mesmo; ver ela, a estrela do pantanal – dona onça.

Depois de tanta aventura, um banho restaurador e um jantar delicioso com muita conversa sobre as atividades do dia e a programação para o dia seguinte… em vários idiomas, porque na Santa Clara existe sempre a oportunidade de conviver e interagir com gente do mundo todo.

Depois de tantas atividades, saciar a fome com uma comidinha saborosa assim faz um bem danado.

O sono tranquilo que um ambiente de fazenda proporciona é o responsável por restaurar as energias para o dia seguinte.

As manhãs na Santa Clara não começam com o cantar do galo, e sim com o gralhar das Araras. Essa ai estava bem em cima do nosso motorhome e essa era nossa visão, olhando pela janela, de dentro do "quarto". (se olhar bem, no cantinho direito tem outra arara meio escondida)

Acho que nesta foto estão melhores 😉

E tem Arara Azul aos montes pela Santa Clara

Espalhadas pelas árvores e até pelo chão. Mas, apesar de se deixarem fotografar a vontade, elas não se chegavam muito não. Mantinham uma certa distância.

Ao contrário de certas vermelhinhas que pareciam até fazer graça pra foto.

Esse não parece ser seu melhor sorriso?

Todas as tardes elas apareciam na árvore, "reclamando" com os funcionários da fazenda para que eles colocassem comida. Então elas se empoleiravam lá para saciar a gula (porque comida não falta pra elas nas árvores) e encantar os hóspedes.

E alguém já ouviu falar num animal chamado Cateto? Vulgarmente conhecido também como porco do mato, apesar de não ter parentesco com os porquinhos nem com os javalis. Os da Santa Clara são mansos e bem curiosos. Adoram uma coçadinha atrás da orelha.

 

Por todo lado, a qualquer hora, os animais da fazenda circulam pelas "áreas comuns" da fazenda. Para as crianças - e até adultos - essa proximidade com os animais é maravilhosa.

Nós estávamos em um local privilegiado. Bem debaixo de um "pé de araras", pois elas sempre estavam por lá.

E com vizinhos muitas vezes barulhentos, mas encantadores.

E quase todo final de tarde, os vaqueiros traziam para perto da sede o gado todo, para evitar o ataque da onça.

É bonito de ver a poeira levantando enquanto o gado corre obedecendo ao comando dos vaqueiros.

Até briga entre bois nós assistimos. O vaqueiro nos disse que a briga "era por causa de menina" 😉

E quando não estava fotografando ou passeando, o Marcelo estava trabalhando. Porque na Santa Clara tem wi-fi também. Ah, ele até "usou" um acessório novo; o Frog. Bem ali na foto, ao lado no mouse 🙂

No período em que ficamos na Santa Clara, saíamos de vez em quando para passear pela Estrada Parque e aproveitávamos para visitar outras fazendas da região. Concluímos que, se você procura privacidade e quer ficar só 1 noite, o ideal é a Fazenda Abobral – que tem uma proposta diferente das outras fazendas (mais personalizada e intimista). Mas se você procura maior estrutura turística, maior número de atividades sem grandes deslocamentos, maior interação com outros hóspedes, e tem mais tempo, o lugar é a Santa Clara.

Funcionários super prestativos, atenciosos e carinhosos nos fizeram sentir saudades depois que partimos. Nosso filho até hoje, lembra e comenta sobre eles. Obrigada por tanto carinho 🙂

[styled_box title=”Dica:” color=”yellow”]

Nos passeios de carro ou trilhas, procure usar sempre roupas claras (as escuras atraem mais insetos) chapéu ou boné, calças compridas, sapato fechado ou tênis, camiseta leve e de manga comprida – se não tiver ou não aguentar o calor com mangas compridas, abuse muito dos repelentes em creme (que são mais eficientes). Os mosquitos pantaneiros são muitos e abusados. Tenha também bastante água, câmeras com baterias carregadas e olhos atentos.

Para o passeio de barco, use filtro solar, chapéu e tenha uma camiseta leve ou use uma canga para proteger as costas do sol forte porque o barco não tem cobertura (atrapalha na hora de avistar as aves nas árvores e fotografar). Leve o repelente – no caminho ida e volta até o barco ou nas margens do rio os mosquitos aproveitam. E leve bastante água também, principalmente se estiver com crianças.
O passeio é longo e talvez os pequenos fiquem impacientes. Procure evolve-los na atividade brincando de quem vai avistar primeiro o próximo animal ou, conforme capacidade ou idade (no nosso caso, 5 anos), emprestando uma câmera para que ele também possa fotografar o que achar interessante. Você pode se surpreender com o resultado 😉

COMO CHEGAR: A fazenda fica no Km 22 da Estrada Parque Transpantaneira (aqui tem mais detalhes sobre a Estrada Parque). A Fazenda tem transfer in/out regular de Campo Grande/Bonito pagos à parte.

[/styled_box]

.
[box style=”” type=”info_box”]

Pousada e Camping Santa Clara

Estrada Parque Km 22, S/n – Zona Rural – MS
Recepção da Pousada: +55 (67) 9939-3570 /9600-3570
Veja a localização da Fazenda SANTA CLARA pelo GOOGLE MAPS

Agência Receptiva (Hostel Santa Clara) – Terminal Rodoviário de Campo Grande Sala 12
Tel: +55 (67) 3384-0583

Hostel Santa Clara
Avenida Vitor Meireles,125
Universitário – Campo Grande – MS, 79060-680 Brasil
Só á 150mts do Novo Terminal Rodoviário

contato@pantanalsantaclara.com.br
www.pantanalsantaclara.com.br

[/box]

Similar posts

3 Comments

  1. Aix Rizzo's Gravatar Aix Rizzo
    23 de fevereiro de 2015    

    Muito bom!

  2. Celma Gonçalves's Gravatar Celma Gonçalves
    24 de fevereiro de 2015    

    Que lugar lindo Liane!!! E que fotos!!! Parabéns!!! Bj

    • 26 de fevereiro de 2015    

      Obrigada 🙂

      Como comentei no outro dia no FaceBook em resposta a um gostoso elogio como o seu: Não é difícil fazer belas fotos quando se está num belo lugar 🙂
      Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *