Vivências e dicas de uma família que adora uma viagem ;)!

Planejando uma viagem para o Chile

Esticado de Norte a Sul e espremido entre o Oceano Pac√≠fico e a Cordilheira dos Andes, o Chile revela uma diversidade de clima, paisagens, gastronomia e cultura que merecem ser apreciados devagar, como os bons vinhos que produz ūüėČ

Com tantas op√ß√Ķes para incluir no planejamento da nossa passagem por l√°, reunimos algumas informa√ß√Ķes sobre o pa√≠s, clima, fronteiras, quais documentos s√£o necess√°rios e dicas preciosas com links.

[styled_box title=”Conhecendo o Chile” color=”yellow”]

Chile, oficialmente Rep√ļblica do Chile, √© um pa√≠s da Am√©rica do Sul que ocupa uma longa e estreita faixa costeira encravada entre a cordilheira dos Andes e o oceano Pac√≠fico. Faz fronteira ao norte com o Peru, a nordeste com a Bol√≠via, a leste com a Argentina e a Passagem de Drake. √Č um dos dois √ļnicos pa√≠ses da Am√©rica do Sul que n√£o tem uma fronteira comum com o Brasil, al√©m do Equador.

√Č o pa√≠s mais longo e estreito do continente, com 4.329 km de longitude e somente 177 km de largura m√©dia, √© uma das economias de maior proje√ß√£o da Am√©rica do Sul.

O Chile √© tamb√©m o lugar dos extremos geogr√°ficos e clim√°ticos: ao norte encontra-se o deserto de Atacama, o mais √°rido do mundo, ber√ßo de ancestrais civiliza√ß√Ķes ind√≠genas. As paisagens mediterr√Ęneas do centro d√£o vida a Santiago ‚Äď a capital ‚Äď rodeada de f√©rteis vales vin√≠colas e modernos centros de esqui.

Al√©m disso, a 3.790 km do continente, encontra-se a Ilha de P√°scoa ‚Äď tamb√©m chamada pelos seus habitantes como o umbigo do mundo ‚Äď que espera pelo turista com uma cultura e um patrim√īnio arqueol√≥gico √ļnicos.

No sul, lagos, rios selvagens, vulc√Ķes e florestas nativas permitem o contato com a natureza. E a Ilha de Chilo√©, para muitos um para√≠so na terra, com um povo muito amistoso, autor de fant√°sticos mitos.

Na Patag√īnia, golfos e campos de gelo recebem genu√≠nos esp√≠ritos aventureiros e, na Ant√°rtica, um crescente turismo de fronteira descobre a magia da vida em um entorno de gelos eternos.

Pela diversidade de paisagens e geografia, o Chile √© essencialmente um pa√≠s para desfrutar da natureza em suas express√Ķes mais variadas. Montanhismo, cavalgadas e esqui na cordilheira dos Andes, explora√ß√Ķes arqueol√≥gicas no deserto de Atacama, observa√ß√£o de flora e fauna ao longo do pa√≠s, mergulho e praias no oceano Pac√≠fico; passeios pelos magn√≠ficos vales do vinho, rafting em rios e golfos, navega√ß√£o entre blocos de gelo e excurs√Ķes aos antigos lugares de rituais na Ilha de P√°scoa s√£o algumas das atividades que o turista pode realizar no territ√≥rio.

Cidades e destinos famosos do Chile

As principais atra√ß√Ķes para os turistas s√£o lugares de beleza natural situadas nas zonas extremas do pa√≠s:¬†San Pedro de Atacama, no norte, √© muito popular com turistas estrangeiros que chegam para admirar a arquitetura¬†Inca, os lagos do altiplano e o¬†Vale da Lua. Em¬†Putre, tamb√©m no Norte, h√° o¬†Lago Chungar√°, bem como os¬†vulc√Ķes¬†Parinacota¬†e¬†Pomerape, com altitudes de 6.348 m, 6.282 m, respectivamente.

Ao longo dos Andes centrais, h√° muitas est√Ęncias de¬†esqui¬†de renome internacional, como¬†Valle Nevado¬†e¬†Portillo. No sul, os principais pontos tur√≠sticos s√£o o¬†Arquip√©lago de Chilo√©¬†e a¬†Patag√īnia¬†chilena, que inclui a¬†Parque Nacional Laguna San Rafael, com suas muitas geleiras, e o¬†Parque Nacional Torres del Paine. A cidade portu√°ria de¬†Valpara√≠so, com sua¬†arquitetura¬†original, tamb√©m √© popular. Finalmente, a¬†Ilha de P√°scoa¬†no¬†Oceano Pac√≠fico, √© um dos principais destinos tur√≠sticos do Chile.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Chile

Outras informa√ß√Ķes

  • L√≠ngua oficial: Castelhano
  • Moeda: Pesos Chilenos ( Ch$)
  • Fuso hor√°rio:¬†-1h (hor√°rio de Bras√≠lia)
  • C√≥d. Internet: cl
  • C√≥d. telef. +56
  • Website governamental:¬†http://www.chile.com
  • Telefones de emerg√™ncia: Policia Rodovi√°ria 133, Bombeiros 132, Ambul√Ęncia 131
  • Eletricidade: L√° se usam tomadas de 2 e 3 pinos. Adaptadores podem ser encontrados facilmente em mercadinhos, camel√īs ou em seu hot√©is. A voltagem √© de 220 volts e 50 hertz.

Dinheiro no  Chile

R$ 1,00 vale Ch$ 237,00  (pesos chilenos) (15/mai/2013).
http://economia.terra.com.br/herramientas/calculadoras/conversor.aspx
Os bancos funcionam de segunda a sexta das 9h00 as 14h00. Casas de c√Ęmbio, de segunda a sexta-feira de 9h00 as 14h00 e das 15h00 as 18h00.

No comércio, as lojas grandes ou pequenas abrem das 10h00 as 20h00 e ficam fechadas nos feriados.

Para gastar no Chile

Cautela na gastronomia pois a comida costuma ser cara no Chile. Conforme a sua verba, evite (ou procure) os restaurantes das principais avenidas. Prefira locais menos (ou mais) requintados. Mas sempre experimente algum prato típico.

Compras

As roupas no geral, de todos os tipos, são de ótima qualidade a preços baixos.

Há muito artesanato de qualidade no Chile, principalmente onde a presença da cultura Mapuche é mais forte, como na Ilha de Chiloé. Em lã, palha, madeira ou prata, existem artigos cheios de originalidade e beleza. E os casacos de lã, encontrados em qualque loja de artesanato são de ótima qualidade.

Para comer no Chile

A gastronomia chilena tem uma variedade grande pelas suas carnes, frutas, verduras, peixes e frutos do mar. Experimente:

  • Cazuela: concentra o esp√≠rito da na√ß√£o. √Č um caldo de carne com legumes da esta√ß√£o, como batatas, ab√≥bora e vagem. √Č simples, mas esse √© o seu encanto.
  • Pastel de choclo: receita da √©poca do ver√£o que resume a tradi√ß√£o andina do pa√≠s. O pastel de choclo re√ļne milho ralado e pino (carne mo√≠da com bastante cebola frita). Do sul ao norte, pode provar e provar…
  • Empanada: √© uma das comidas mais tradicionais do Chile. √Č uma massa de farinha de trigo cortada em unidades circulares e recheada principalmente de pino, ovos, azeitonas e passas. Tamb√©m h√° empanadas de queijo e de frutos do mar. Ainda que possam ser feitas e consumidas em qualquer momento do ano, seu momento estelar √© durante as festas p√°trias em setembro.
  • Humitas: milho ralado, ervas arom√°ticas, um pouco de leite e pronto: √† panela. Se a m√£o da cozinheira for boa, pode comer humitas o ano inteiro. √Č muito parecido com pamonha.
  • Feij√£o: N√£o pode faltar no inverno e nem no ver√£o, em qualquer mesa que se preze. No inverno cont√©m pimenta, √†s vezes, macarr√£o e mazamorra, e quase sempre uma lingui√ßa saborosa. No ver√£o se chamam de granados e s√£o preparados com feij√£o novo e legumes ao ponto.
  • Asado: o churrasco chileno √© uma cerim√īnia gastron√īmica que come√ßa com o ritual de acender o carv√£o. Logo todos querem ser cozinheiros e encarregar-se dele. O churrasco chileno √© sempre um milagre com carne de frango, peda√ßos de porco e de boi muito bem cozidos.
  • Frutos do mar: ¬†O orgulho nacional √© o congro frito com guarni√ß√£o; a paila marina, ou cozimento que adiciona todo tipo de frutos do mar, os locos com maionese, um delicioso bivalve que s√≥ existe no Chile, e o pastel de jaibas, um tipo de torta salgada de farinha e carne de siri. E tem mais: corvina na chapa, machas √† parmegiana, curanto ou cozimento feito na terra ou panela de peixes e frutos do mar.
  • Chilenito, suaves biscoitos assados feitos de farinha com recheio de doce de leite.
  • Drinques:¬†
    Pisco: a bebida tradicional do Chile, uma aguardente de uva de 35¬į a 40¬į de √°lcool. Geralmente se consome com Coca Cola, e a√≠ recebe o nome de piscola. Na hora do aperitivo √© indispens√°vel come√ßar com um pisco sour, um coquetel de pisco com suco de lim√£o, ovo e a√ß√ļcar. E para n√£o ficar na saudade, √© s√≥ levar umas garrafas para casa. √Č tamb√©m um √≥timo presente.
    Chicha: esta é a bebida para as festas tradicionais de setembro, é um suco de uva fresco, ligeiramente cozido e pouco fermentado chamado chicha.
    Vinhos: o que mais dizer da fama e qualidade dos vinhos chilenos? Se você está no país, terá a oportunidade de comprovar tudo o que escutou e leu.
    Sucos: Extremamente saborosos, os principais s√£o os de framboesa, morango e de chirimoya (fruta do conde).
Fonte: http://www.thisischile.cl

Para manter contato

  • Ligando para um numero celular do Chile: Antes de ligar, considere que os celulares do Chile come√ßam com os prefixos 9, 8, 7 e 6. Disque direitamente 8 d√≠gitos do destino celular do Chile (sem c√≥digos de regi√£o).
  • Ligando para um numero fixo no Chile – disque zero (0) + o c√≥digo da cidade + o n√ļmero fixo.
  • Ligando de um telefone fixo para um celular no Chile – Disque 09 + o n√ļmero do celular.
  • Ligando a cobrar para o Brasil – disque 800 800 272
  • Ligando para o Brasil, pagando na hora – ligue pelo n√ļmero 800 360 220
Fonte: http://personas.entel.cl

Internet no Chile:

Em locut√≥rios (cabines),¬†cibercaf√©s e empresas telef√īnicas, ao custo m√©dio de Ch$ 1.000,00 por hora de conex√£o. Pontos de Wi-fi tamb√©m s√£o comuns, e at√© os mais simples dos hot√©is j√° oferecem esse servi√ßo.

[/styled_box]

 

[styled_box title=”Como chegar ao Chile” color=”yellow”]

A principal porta de entrada para o Chile é Santiago, sua capital, onde está localizado o principal aeroporto do país. Também é possível chegar por terra pelos países vizinhos: Peru, Bolívia e a Argentina e por mar aos principais portos chilenos.

De avi√£o

O Chile conta com sete aeroportos internacionais (Arica, Iquique, Antofagasta, Ilha de P√°scoa, Santiago, Puerto Montt, Punta Arenas). O aeroporto de Santiago – Comodoro Arturo Merino Ben√≠tez (SCL) – √© o mais utilizado e o que tem conex√Ķes com a Am√©rica do Norte e do Sul, a Europa e a Oceania. Existem 17 linhas a√©reas em opera√ß√£o regularmente, uma completa infra-estrutura interna (lojas, restaurantes, Duty Free e sal√Ķes VIP) e hot√©is nas proximidades.
Três linhas aéreas conectam as principais cidades do Chile através de seus sete aeroportos internacionais e 28 aeródromos.

De √īnibus ou de carro

  • Os pontos de entrada por via terrestre s√£o os passos fronteiri√ßos entre o Chile e seus vizinhos: o Peru, a Bol√≠via e a Argentina.
  • Desde o Peru, o √ļnico acesso √© entre Tacna (Peru) e Arica (Chile), o Passo Conc√≥rdia, na regi√£o de Arica-Parinacota.
  • Desde a Bol√≠via √© poss√≠vel entrar na regi√£o de Arica-Parinacota pelo Passo Visviri ou pelas alturas do altiplano pelo Passo Chungar√°-Tambo Quemado. Ambos os passos conectam com rotas internacionais que conectam La Paz (Bol√≠via) com Arica (Chile). Para entrar na zona de Iquique existem tr√™s passos: Colchane-Pisiga, Cancosa e Abra Oriente de Napa; enquanto em dire√ß√£o a Antofagasta se encontra o Passo Salar de Ollag√ľe e Portezuelo de Caj√≥n, um dos mais populares porque conecta o Salar de Uyuni (Bol√≠via) com San Pedro de Antofagasta e o Salar de Atacama (Chile).
  • Desde a Argentina existem mais de 50 passos fronteiri√ßos, mas as rotas mais utilizadas s√£o as que unem Calama-Salta, Copiap√≥-Tucum√°n via Catamarca, La Serena-San Juan, Santiago-Portillo-Mendoza, San Mart√≠n de Los Andes-Puc√≥n, Lago Nahuel Huapi-Lago Fr√≠as-Lago Todos los Santos-Lago Llanquihue, Osorno-Bariloche.
  • Nos portos chilenos, especialmente em Valpara√≠so, atracam cruzeiros de turismo que v√™m de diferentes lugares do mundo.

O Chile conta com uma completa rede de estradas de alto nível, entre as quais destaca a Panamericana, chamada 5 Norte entre Arica e Santiago; e 5 Sul entre Santiago e Puerto Montt. A rota une a maior parte do território nacional.

Na zona central existem estradas que v√£o √† costa, como a estrada Del Sol, que conecta Santiago com o Porto de San Antonio e balne√°rios como Cartagena, Algarrobo e Isla Negra; ou a rota 68 que vai entre Santiago e Valpara√≠so, para conhecer cidades e balne√°rios como Vi√Īa Del Mar, Re√Īaca, Conc√≥n; e a Estrada do Vinho (rota I-50), desde Rancagua pelo Vale do Vinho de Colchagua.

Na zona sul, excelentes estradas conectam a rota 5 Sur com cidades da costa como Valdivia e Concepci√≥n. Desde Puerto Montt ao sul, devido √† geografia desmembrada da Patag√īnia Norte, a viagem √© feita combinando com ferrys ou transbordadores at√© chegar √† Estrada Austral, grande e reconhecida estrada que conecta povoados numa das √°reas de maior beleza natural na zona austral da Am√©rica do Sul.

√Äs ilhas do Arquip√©lago de Chilo√© √© poss√≠vel chegar num transbordador que sai de Pargua (65 km ao oeste de Puerto Montt) e cruza o Canal de Chacao em 35 minutos para chegar √† Ilha Grande de Chilo√©. √Äs outras ilhas √© poss√≠vel chegar em embarca√ß√Ķes de percorrido regular, ferrys ou em caiaque.

À Ilha de Páscoa e ao Arquipélago Juan Fernández (Robinson Crusoe), só é possível chegar de avião desde Santiago.

Existem dezenas de linhas de √īnibus que conectam as principais cidades do pa√≠s, e a velocidade media de viagem √© de 80km/h, quer dizer, uma viagem desde Santiago a Puerto Montt (1.024 km) demora aproximadamente 13 horas.

A maior parte das estradas do país conta com serviços de socorro, postos de serviço, restaurantes e também pedágios.

Para saber sobre quais itens ou acessórios são ou não permitidos nos carros que circulam pelo Chile, visite o link do post Itens e acessórios obrigatórios para viajar de carro pela América do Sul.

Fonte: http://chile.travel/pt/sobre-o-chile/como-chegar-e-deslocar-se-no-chile.html

[/styled_box]

 

[styled_box title=”Na fronteira do Chile, que documentos apresentar” color=”yellow”]

O Chile, pa√≠s associado ao Mercosul n√£o obriga passaporte nem visto para entrada de brasileiros. Se optar por levar seu passaporte, voc√™ recebe um carimbo com a data de entrada que garante a perman√™ncia por at√© 90 dias. Se optar por entrar no pa√≠s apenas com seu RG, lembre-se de pedir o cart√£o de entrada, que ser√° exigido quando deixar o pa√≠s. Saiba mais sobre documentos pessoais, documentos necess√°rios para circular de carro pela Am√©rica do Sul, Carta Verde e outros tantos tr√Ęmites necess√°rios:¬†Documentos obrigat√≥rios para viajar de carro pela Am√©rica do Sul

[/styled_box]

 

[styled_box title=”O clima no Chile” color=”yellow”]

Na capital Santiago as temperaturas t√™m uma m√©dia de 20¬ļC no ver√£o, com m√°ximas de at√© 36¬ļ C. Janeiro e fevereiro s√£o os meses mais quentes. No inverno as temperaturas podem chegar a -2¬ļC, ainda que a m√©dia diurna seja de 10¬ļ C. Ao planejar qualquer viagem, deve-se considerar que a diferen√ßa de temperatura entre o dia e a noite pode variar em mais de 20 graus. (!!)

No Norte, o clima √© de car√°ter √°rido ou des√©rtico com escassas precipita√ß√Ķes. Todo o ano as temperaturas se mant√™m perto dos 20¬ļC.

No centro e numa parte do sul do pa√≠s o clima √© mediterr√Ęneo. As quatro esta√ß√Ķes est√£o muito bem definidas, com um ver√£o seco e morno e um inverno chuvoso e frio.

Mais ao sul, as chuvas aumentam e o clima torna-se mar√≠timo chuvoso, registrando fortes precipita√ß√Ķes tanto no ver√£o como no inverno. Na Patag√īnia, o clima √© de estepe fria, caracterizado por uma grande amplitude t√©rmica, fortes ventos, baixas temperaturas e muita neve no inverno.

Sendo assim, nada mais dif√≠cil de decidir do que “o que levar”. Por isso pesquisamos sobre roupas adequadas para levar e fizemos o post:¬†Que roupas levar em uma viagem para a Patag√īnia e Regi√£o dos Andes

[/styled_box]

 

Mais sobre Chile:

Se algu√©m tiver mais dicas sobre o Chile ou se identificar uma informa√ß√£o errada, por favor, comente aqui para que possamos atualizar esse arquivo e deixar o mais completo poss√≠vel. Desde j√°, Obrigada ūüôā

Similar posts

2 Comments

  1. Maria Luiza's Gravatar Maria Luiza
    24 de maio de 2013    

    Gostaria de saber aonde compro um √īnibus pequeno completo para viagem e qual o custo dessas viagens
    Atenciosamente Maria Luiza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publi