Vivências e dicas de uma família que adora uma viagem ;)!

PR – Foz do Iguaçu – Cataratas do Iguaçu, a maior atração do Parque Nacional do Iguaçu

Cataratas do Iguaçu - Sem dúvida uma das maravilhas do mundoConsiderada uma das maravilhas da natureza, as Cataratas do Iguaçu estão localizadas na fronteira entre Brasil e Argentina – no Parque Nacional do Iguaçu – maior reserva de floresta pluvial subtropical do mundo – tombado pela UNESCO, em 1986,  como patrimônio da humanidade.

Sem dúvida nenhuma é o melhor passeio de todos que fizemos em Foz. Pudemos ver as Cataratas por todos os ângulos: das passarelas, de barco com o pessoal da Macuco Safari e de helicóptero com a Helisul.

O complexo das cataratas é tão grandioso quanto seus números: o rio Iguaçu mede 1200 m de largura acima das cataratas. Depois  de uma queda de até 80 metros de altura que forma um cânion de 2.700 metros entre Brasil e Argentina, estreita-se num canal de até 65m. São cerca de 275 saltos e o maior deles é a Garganta do Diabo. O som das águas batendo nas pedras pode ser ouvido a kilômetros de distância.

A palavra Iguaçu significa “água grande” (e bota grande nissi!), na etimologia tupi-guarani e esse cenário maravilhoso foi esculpido há 150 milhões de anos, mas de acordo com a lenda da tribo indígena Caiagangue, a formação desse monumento natural foi por causa da fúria de um deus chamado Mboy que penetrou nas entranhas da terra e, retorcendo seu corpo e gerou um grande penhasco no rio para impedir a fuga do guerreito Tarobá e da índia Naipi – a jovem mais bela da tribo que seria entregue em sacrifício.

Parque Nacional do Iguaçu

O acesso ao Parque é feito a partir de Foz do Iguaçu, a 28 km da cidade, pela BR 469 – Rodovia das Cataratas. O portão de entrada fica no km 18 da Rodovia das Cataratas.

O Centro de Visitantes é super bem estruturado e  possui loja, banheitos, lanchonete e estacionamento além de duas plataformas, uma interna e outra externa, para embarque e desembarque dos visitantes.

O transporte no interior do parque é feito em modernos ônibus panorâmicos, double-deck. A parte superior é toda aberta, o que permite uma visão privilegiada da natureza durante todo o trajeto até as Cataratas. Vale lembrar que o sistema de combustão dos ônibus está adequado às normas do CONAMA (fase IV) e EURO (fase II) no que se refere à emissão de gases poluentes e ruídos. O objetivo desse novo sistema de visitação é permitir o aumento do número de visitantes e ao mesmo tempo reduzir o impacto ambiental, através do aumento do número médio de passageiros por veículo no interior do Parque.

A partir do Centro de Visitantes é possível ir até as cataratas nos confortáveis ônibus ou a pé pela estrada por cerca de 12 Km ou pelas trilhas de acesso, que têm início no mirante em frente do Hotel das Cataratas e se estendem por 1.600m na margem direita do Rio Iguaçu.

Como nós chegamos ao Parque próximo da hora do almoço, e como temos um bebê de 9 meses que precisa ter sua rotina respeitada, optamos por seguir de ônibus até o Espaço Porto Canoas, que tem ampla área de convivência local para apresentação de shows folclóricos e culturais, sanitários, ambulatório, ambulância, telefones públicos, correio, área para exposição ambiental, praça de alimentação com serviços de lanches, confeitaria e restaurante com comidas típicas.

Aproveitamos para almoçar no Restaurante Porto Canoas e desfrutar da paisagem bem no topo das cataratas. O restaurante possui um amplo deck, mas por causa do nosso bebê, optamos ficar do lado de dentro, protegido dos insetos (lembrando que como o restaurante é inserido na natureza, esse tipo de convivência é inevitavel 😉 ).

Depois seguimos para o Espaço Naipi, onde uma passarela nos leva bem pertinho do grande salto das águas no cânion, da Garganta do Diabo e a um refrescante “banho” nas nuvens de vapor que saem daquela imensa cortina d’água.

Também andamos no elevador do Espaço Tarobá. Um complexo com dois elevadores panorâmicos para 15 pessoas cada um, com 27 metros de altura, que permite uma visão mais ampla das Cataratas.

Um deck espaçoso “abraça” os elevadores e avança cinco metros em direção ao rio, para permitir aos visitantes um novo ângulo de contemplação das Cataratas.

Ficamos contentes e ver que o Parque é para todos, inclusive os deficientes que encontram nessa estrutura mais liberdade de movimento e que terão, além desse, outros pontos projetados para lhes dar visão completa de todos os saltos das Cataratas.

Voltamos pela trilha de acesso até a base do Macuco Safari, onde é possível fazer um passeio de barco até o pé da Garganta do Diabo, mas isso nós contamos em detalhes no post: PR – Foz do Iguaçu – Passeio de barco nas Cataratas do Iguaçu

A trilha é pavimentada que proporciona uma experiência energizante pelo contato com a vegetação, pássaros e borboletas – aliás, essas aparecem em um número surpreendentemente grande e sem a menor cerimônia – sem contar a encantadora vista de diferentes ângulos das cataratas. Pelas trilhas é possível chegar até as cataratas, no espaço Naipi e Tarobá ou voltar delas.

A paisagem, a fauna e a flora exuberantes são um presente para quem se aventura por dentro da mata.

Nosso pequeno viajante adorou o passeio lá do alto das costas do papai, bem protegidinho e com visão privilegiada de tudo. Corujisse à parte, depois das cataratas, ele foi a maior atração do parque 😉

[nggallery id=5]

Um dia é pouco para ver toda essa maravilha. Sabemos que no parque ainda é possível conhecer o Campo dos Desafios – que oferece atividades como rapel, rafting, arvorismo, tirolesa e escalada em diferentes graus de dificuldade – ou a Trilha do Poço Preto – de 9 km, que pode ser feita a pé, de bike ou de carretinha, acompanhados de guias, curtindo a fauna e flora, além da visita a Lagoa Poço Preto e observatório de aves. A trilha leva à Ilha da Taquara, onde há a opção de passeio de caiaque ou retorno de barco bimotor até o Porto Canoas. Mas essas atividades vão ficar para a nossa próxima ida à Foz 😉

É aconselhavel ir com roupas bem confortáveis e talvez levar uma capinha de chuva, se você se incomodar em se molhar um pouquinho. Não se esqueça do filtro solar e do repelente.

O volor para entrar no Parque Nacional Iguaçu é de R$ 22,00 por pessoa, mais os R$ 12,00 de estacionamento (dica: paramos nosso carro no estacionamento do Parque das Aves, que é gratuito e que fica bem em frente à entrada do Parque Nacional 😉 ).

Horário de funcionamento: de segunda à domingo das 9h às 17h. Informações e reservas +55 (45) 3521 4400 ou no site www.cataratasdoiguacu.com.br

Continue lendo sobre os passeios que fizemos em Foz do Iguaçu.

Ficamos hospedados no Hotel Tarobá Express. Veja nossos comentários sobre o hotel no post PR – Foz do Iguaçu – Hotel Tarobá Express. Lá você encontra também as dicas de como chegar em Foz do Iguaçu

Similar posts

9 Comments

  1. 23 de agosto de 2010    

    o rio grande do norte foi excluído da lista de destino?

    • CasalMALY's Gravatar CasalMALY
      23 de agosto de 2010    

      Oi Karlinha,
      Rio Grande do Norte é um dos lugares que queremos ir.
      Se algum hotel ou agência nos convidar, daí poderemos ir logo 😉

  2. 23 de agosto de 2010    

    Foz do Iguaçu é um dos lugares mais bonitos do mundo!

  3. Sheila's Gravatar Sheila
    23 de agosto de 2010    

    Oi Família, que viagem incrível…e o Gael vendo tudo de camarote, que lindo!

    • CasalMALY's Gravatar CasalMALY
      23 de agosto de 2010    

      Oi Sheila!!!
      Vc viu? Ele curtiu a bessa. Só reclamava quando o Marcelo se demorava muito fotografando algum tema 😉 Ele queria passear e não ficar parado – hahaha

  4. Andreia's Gravatar Andreia
    5 de dezembro de 2012    

    Olá!

    Foz do Iguaçu é um lugar surpreendente. Dá mesmo vontade de conhecer um lugar assim. Gostei do post. Parabéns!

    • 15 de dezembro de 2012    

      Olá Andreia,
      Se tiver oportunidade, vá para Foz! é lindo.
      Obrigada pela visita 🙂

  5. sael's Gravatar sael
    7 de abril de 2013    

    Bom dia
    Muito boa as dicas. Onde vocês compraram aquele suporte que coloca nas costas para o bebe de voces?
    Abraço

    • 8 de abril de 2013    

      Olá Sael,

      É uma mochila especial para levar crianças. Vc pode encontrar em lojas que vendam equipamentos para aventura. As da marca Curtlo e Deuther são ótimas 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *