Passeando pelo blog Livro de Mochila (que eu adoro!) do Diego Dotta, vi no post No ritmo da volta ao mundo um vídeo contagiante que me fez pensar… Quando falamos aqui em ser um Viajante Consciente e incentivamos o turismo feito de forma responsável, não damos conta de que um dos pré requisitos para isso é que o indivíduo seja livre de “pré-conceitos”.

Observe como as pessoas (de várias etnias, tribos ou credos) dançam cada uma do seu jeito, em público, sem vergonha de serem observadas ou de pagar aquele mico. Mais ainda,.. percebam a alegria em seus rostos.

[youtube]http://br.youtube.com/watch?v=NZ806mlFoMY[/youtube]

( Se preferir, veja o vídeo acima acessando o link original
http://br.youtube.com/watch?v=NZ806mlFoMY)
Como o Diego, fui contagiada e já estava aqui balançando os ombros e batendo o pé no rítmo da música. Foi uma deliciosa volta ao mundo.

Mas o que ser um viajante consciente e fazer turismo responsável tem haver com isso?

Quando viajamos, mudamos de ambiente e vamos ao encontro de outras cidades, pessoas e, algumas vezes, de uma cultura diferente da nossa.

Então, ao invés de “pré-conceitos”, devemos levar na bagagem a “pré-disposição” para conhecer e respeitar culturas e hábitos diferentes dos nossos.

Sem dúvida aprendemos muito com ponto de vistas diferentes.

Aproveitem a viagem!